Liderança ética

 

Embora o tema da ética esteja regularmente contemplado em normas de conduta e códigos de ética, muitos trabalhadores ressaltam que isso não se aplica no dia-a-dia das organizações, seja nas relações pessoais ou comerciais. Isso implica as relações entre os líderes e seus liderados. O objetivo desta palestra é analisar criticamente os estereótipos vinculados ao conceito de líder e à prática da liderança, o que leva a relações impessoais e automatizadas, ou seja, relações em que os princípios e valores ligados às relações humanas ficam comprometidos. A partir disso, tem-se um problema ético. A palestra adota o método de análise dessas atividades estereotipadas à luz de fundamentos éticos para rever o fenômeno da liderança e propor novas atitudes, associadas a novos modelos. O ponto de análise principal é a ligação entre a ideia de líder e a de herói, que não é uma coisa explícita, mas é recorrente nas expectativas de líderes e liderados. Esse ponto se desdobra sobre outros estereótipos, tais como o combate à zona de conforto, a motivação por desafios e a relação entre autoestima e ambição. O caráter inovador deste trabalho está exatamente na revisão crítica desses pontos recorrentemente assumidos como virtuosos, mas que serão revelados como deletérios. A conclusão a que se chega é que um esclarecimento sobre os fundamentos éticos, associado à precisão dos conceitos de líder e de liderança, favorece a revisão de estereótipos, rompe com paradigmas, melhora as relações humanas e o clima organizacional, fortalece a retenção de talentos, colabora na inovação e valoriza os recursos humanos e suas competências.

Contrate aqui